A importância da humanização nos negócios

A importância da humanização nos negócios

O mundo mudou. Aliás, mudanças são constantes há eras, mas provavelmente nunca foram tão rápidas. A pandemia Covid-19 teve um papel importante nesse aspecto e agora, a poucos passos de tratá-la como passado, já podemos destacar algumas tendências que permanecerão no mundo dos negócios – pelo menos até o próximo grande movimento.

Humanização nas empresas é uma dessas tendências. Muito já se ouvia a respeito quando se falava de atendimento, mas o conceito evoluiu e tomou espaço em todos os departamentos. Podemos hoje quase afirmar que empresas terão que se humanizar para sobreviverem. Por quê? Simplesmente porque as empresas são formadas por pessoas.

Hoje o mundo dos negócios precisa de pessoas motivadas e comprometidas para se recuperar dos impactos negativos, agora agravados também pela questão Rússia x Ucrânia.

Pesquisas mostram que empresas movidas por times engajados aumentam seu potencial mercadológico. Indo muito além do atendimento humanizado prestado aos clientes, uma empresa humanizada mantém o mesmo propósito ao lidar com todos os seus públicos internos ou externos, como colaboradores e fornecedores.

Esse tipo de relação, melhor estruturada e mais qualificada, tem suprimido a comunicação fria e impessoal. Conceitos empresariais antigos, que levavam a estratégias voltadas para a obtenção do maior lucro no menor tempo possível, ficaram ultrapassados com a transformação digital da sociedade, com os avanços tecnológicos e com o aumento da concorrência.

A humanização faz o empresário enxergar todos os seus públicos como aliados para a conquista dos objetivos financeiros e não como ferramentas para atingi-los. Empresas empáticas criam vínculos de confiança que produzem resultados muito mais efetivos.

Organizações que focam em pessoas buscam formas de trabalho respeitosas e que tragam benefícios a todos, utilizando comunicação e ações para todos vencerem juntos. A revista Exame destacou neste artigo as 11 principais características de empresas consideradas humanizadas: 

  1. Possuem um propósito de existência que vai além do aspecto financeiro;
  2. Alinham harmoniosamente os interesses de todos os stakeholders;
  3. Possuem um menor gap salarial entre os cargos de liderança e as demais funções;
  4. Remuneram melhor seus colaboradores e dão mais benefícios em comparação com empresas da mesma categoria;
  5. Investem consideravelmente em treinamento de colaboradores;
  6. Possuem uma baixa rotatividade de colaboradores em relação ao segmento em que estão inseridas;
  7. Investem menos que as concorrentes em marketing (e mesmo assim, a satisfação e a retenção de clientes permanecem elevadas);
  8. Veem fornecedores como parceiros e colaboram com o seu progresso;
  9. Consideram que sua cultura corporativa é seu maior patrimônio;
  10. São inovadoras, em geral quebram convenções dentro das suas indústrias;
  11. Adaptam-se mais rapidamente aos cenários aos quais estão expostas e são mais resistentes a pressões de curto prazo.

As vantagens de uma gestão corporativa humanizada são diversas e podemos também listar algumas:

  1. Fidelização de clientes;
  2. Fortalecimento da imagem institucional;
  3. Aumento da produtividade com maior comprometimento dos colaboradores;
  4. Economiza-se com a redução das despesas advindas da rotatividade de funcionários (custos demissionais, treinamentos, etc.)
  5. A empresa passa a atrair talentos do mercado;
  6. Mais qualidade nas operações como um todo;
  7. Aumento da lucratividade (consequência das vantagens citadas acima).

Quando falamos da tendência de humanização acabamos sendo levados à questão que parece contrária: em plena transformação digital, por que o foco são as pessoas? 

Para lidar com a velocidade, com a automação dos processos, com inteligências artificiais e tantas outras características da digitalização é preciso desenvolver competências socioemocionais e capacitar pessoas a serem multifuncionais, independentes e estrategicamente inteligentes para fazerem o melhor uso possível delas. E em um mundo cada vez mais digital, o contato e a atenção humana passam a valer cada vez mais nas interações.

Não basta ter a tecnologia se ela não for usada em todo o seu potencial. Por isso, temos orgulho de dizer que a HoldBrasil é uma fintech de essência tecnológica, mas com coração humanizado. Nós acreditamos no poder da tecnologia e na capacidade das pessoas de transformar os negócios.

E realizamos o nosso trabalho na recuperação de crédito com o mesmo propósito, aliando técnica, experiência e empatia para oferecer os melhores resultados aos nossos clientes, recuperando dívidas e mantendo uma imagem positiva do negócio perante seu consumidor.

Conheça as soluções preventivas, contenciosas e legais da HoldBrasil aqui.

No Comments

Post A Comment